domingo, 29 de abril de 2012

Este fim de semana soube-me pela vida. Estive com a melhor companhia e já não me ria assim há muito tempo. Parece que andávamos todos ligados à ficha e não dizíamos nada de jeito. Era cada tiro, cada melro.
Vocês não sabem, mas quando vou para o Tejo, vou para um (quase) acampamento cigano. Vamos lá ver se eu consigo explicar e se vocês entendem.
O tio de umas amigas minhas, que foi caçador durante muitos anos, fez amizade com os "encarregados" de uma quinta em Almeirim, que dá acesso ao rio Tejo. Então, começou a ir com a mulher e os filhos acampar lá. À medida que o tempo foi passando, começaram a ir também as sobrinhas e amigos. Começou a ser tanta gente a ir para lá que fizeram umas estruturas em madeira e lonas para por as tendas, montaram uma cozinha, uma sala de jantar, casa de banho e tudo e tudo. Podemos lá estar com tempo de chuva que não há probelma nenhum. Até já temos TDT :p 
Resumindo, aquilo é um acampamento cigano e electricidade só à noite e com um gerador. Não há nada melhor para me abstrair do resto do mundo que ir para lá. E ainda mais com a melhor companhia.
Diverti-me mesmo muito, pena que já só tenhamos fins de semana livre para meio de Junho, mas no verão lá estaremos outra vez.

2 comentários:

  1. Tão bom ler-te assim feliz. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São momentos destes que nos fazem olhar para a frente e ter força para continuar. :)

      Excluir